Eu não sei vocês, mas eu sempre amei as aulas de História na época do colégio. A História dos povos que fizeram com que nosso avanço tecnológico chegasse ao ponto em que está hoje em dia.

Bom, uma região da Espanha me chama MUITO a atenção: os vascos. O euskera, a língua oficial, é completamente diferente de tudo que eu já vi e a culinária, como já falamos aqui e aqui, é um espetáculo. Por isso eu fui atrás de saber um pouco sobre a história do povo e entender o que aconteceu no território.

Nas minhas pesquisas, encontrei um vídeo (que está no final desse post) com um resumo da história do País Vasco contada durante 10 minutos.

Bom, o País Vasco estava presente entre a Espanha e a França, com seu refugio nos Pirineus. Nessa época, provavelmente existiam pequenas comunidades ligadas por costumes e pela língua: o euskera.

Resultado de imagem para país vasco pirineus

Como toda história de povos antigos, os vascos sofreram invasões. A primeira foi a dos romanos, que os ensinaram novas formas de cultivo da terra, construção de pontes e as primeiras cidades. Entre elas: Pompeya, atual Pamplona.

A segunda tentativa de invasão foi a dos Francos, que vieram da região da França.

Resultado de imagem para país vasco origen

Em 712, os islâmicos entraram na Península Ibérica e os vascos se dividiram entre o domínio deles e dos Francos.

No século X, com uma maior organização política e militar, o Reino de Pamplona é construído e começa uma pequena expensão. No século XII, o nome é mudado para Reino de Navarra.

Resultado de imagem para reino de navarra

A partir de 1200, o Reino de Castilla e o Reino de Aragón já tinham muita força militar e política e o Reino de Castilla consegue conquistar uma parte do território vasco, inclusive a atual capital Vitoria.

Resultado de imagem para reino de castilla y aragón

Mas é a partir do século XV que a divisão dos vascos se torna mais evidente. Alguns querem ser incorporados ao Reino de Castilla e outros, preferem continuar como Reino de Navarra. Mas aí, dois espertinhos chamados Isabel de Castilla e Fernando de Aragón resolvem se casar… Não por amor, tá certo? Por interesses políticos. Com essa junção, o Reino de Castilla e o Reino de Aragón vira um só e passa a se chamar: Reino de España.

 

No sul, bem pequeninho, existia o Reino de Granada que foi incorporado ao Reino de España.

 

Resultado de imagem para isabel de castilla
Isabel I de Castilla
Resultado de imagem para fernando de aragón
Fernando de Aragón

No sul, bem pequeninho, existia o Reino de Granada que foi incorporado ao Reino de España.

Ou seja, nesse momento tinham dois Reinos: España e Navarra. Mas claramente eles iam dar um jeito de colocar os vascos pra dentro, né? Então eles ofereceram o seguinte: vocês podem continuar com o seu auto governo mas vocês pertencem a nós.

Os vascos acharam ok e mantiveram os seus “Fueros” para o auto governo. Inclusive, muitos vascos vieram para a América, com a esperança de um futuro melhor e é bem fácil encontrar sobrenomes vascos ou algumas expressões típicas (vou falar sobre isso em outro post).

Resultado de imagem para fueros país vasco
Exemplo de Fuero do País Vasco

Os anos passam e os problemas voltam a acontecer… Carlos II morre sem deixar filhos e os Borbones resolvem vir da França para conquistar o território. Conseguem a conquista e Felipe de Borbón assume o comando e retira os Fueros de todos os territórios da Península… MENOS do País Vasco (que deram uma ajuda na guerra).

Com a Revolução Francesa de 1789, a zona vasca que era na França perde a autonomia… Mas por quê? Porque todo francês é igual. Então o pessoal que tá dentro da zona vasca tem que se submeter a Paris. Algo parecido acontece na Espanha porque o governo passa a ser muito centrista e a existência dos Fueros provoca as Guerras Carlistas (duas em território vasco e uma fora dele).

Morre Fernando VII e o trono é disputado entre Isabel (de 2 aninhos de idade) e Carlos (que recebia apoio dos vascos porque ia manter os Fueros). Quem ganhou? Os Borbones, ou seja, Isabel.

Se perdeu a autonomia, se ferrou, né? Os Fueros desapareceram, o “Reino de Navarra” passou a se chamar só Navarra… Mas os vascos gostam da sua independência e criaram o Partido Nacionalista Vasco (PNV), comandado por Sabino Arana.

Resultado de imagem para pnv

Mas, imagina se o mundo ia dar ouvido aos vascos com a 1ª Guerra Mundial acontecendo? E a ditadura de Primo de Rivera na Espanha? Depois a ditadura de Franco?

Fica difícil mesmo. E, bom… Franco não era muito adepto aos vascos até porque perseguiu qualquer tipo de nacionalismo e o euskera foi proibido. É importante ressaltar que Franco esteve 40 anos no poder.

Resultado de imagem para euskera prohibido dictadura

No meio da ditadura de Franco, um grupo de estudantes formou o ETA (1959) que começou fazendo propaganda e mobilizações em busca da independência.

Resultado de imagem para eta 1959

Na década de 60, já começaram uma luta armada… Que seguiu na época de transição… Na democracia… Até o ano de 2011, quando abandonaram as armas. E, em 2018 o grupo foi finalizado.

Os vascos se dividiam entre ser a favor ou contra o movimento.

Hoje? Bom… A crise tá Catalunha tá bem mais evidente mas os confrontos políticos entre os partidos são constantes.

Pessoal, eu acho que a independência nunca virá. Mas é um povo que luta bastante! Abaixo, vocês podem conferir essa história que eu acabei de contar toda em espanhol:

 

Um comentário em “#QueTalHistoria: Afinal, o que é o “País Vasco”?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s