Se você acha que o coração do crush é frio experimenta conhecer Ushuaia! A cidade fica localizada na Patagônia Argentina e é carinhosamente conhecida como ‘a cidade do fim do mundo’, esse título se dá por ser a cidade mais localizada ao sul em todo o mundo. Que tal conhecer Ushuaia?

Não pense você que a cidade só deve ser visitada durante o inverno, pelo contrário, é um local que pode ser visitado a qualquer época do ano, pois nem só de esquiar vivem os turistas. Ushuaia é uma cidade aconchegante que conta com paisagens incríveis, culinária impecável e uma grande variedade de coisas para fazer.

Longe de mim querer assustar vocês, mas um dado que deve ser levado em consideração ao escolher visitar a Terra do Fogo é a grande quantidade de ladeiras que existem por lá. A cidade passa longe de ser plana, justamente por sua localização tão peculiar. Dito isto é bom já ir separando um sapatinho confortável para as andanças.

Quer saber como chegar ao fim do mundo? Eu te digo!

Avião

A maneira mais fácil de chegar na cidade é de avião e dessa vez não tem como fugir da escala. Os voos que saem de Recife são operados pela companhia aérea Gol e variam entre 1 e 3 escalas até chegar ao destino final. O tempo de voo pode levar de 16h15m até 49h50m, mas eu juro que chegando lá vai valer a pena, viu? O aeroporto de Ushuaia fica a aproximadamente 7km do centro da cidade.

Carro, bicicleta, upa upa do Gugu

Se você não é muito adepto de viagens longas em avião ainda tem a opção de ir pela terra. O acesso, por terra, é feito pela Ruta nº 3 que inicia em Buenos Aires, a cerca de 3.000km de distância. Não esqueça que durante o inverno, ir pela estrada, pode ser bem perigoso devido a quantidade de gelo que se encontra na pista, então lembre-se de considerar esse aspecto na hora de decidir como vai chegar.

É opção para se hospedar que você quer? Então toma: Centro, próximo ao Cerro Castor e fora do Centro.

Centro

Quer preços mais acessíveis, conseguir uma mobilidade maior e estar localizado próximo de restaurantes, bares, lojas e pontos turísticos? Então não tem jeito, vai ter que se hospedar no Centro! A opção é a mais viável para os viajantes que querem aproveitar o máximo da cidade, gastando pouco e tendo uma independência maior na hora de se locomover entre os principais pontos. Na hora de escolher dê preferência as hospedagens no entorno do Porto ou da Avenida San Martín, principal via da cidade.

Cerro Castor

Tá indo esquiar ou praticar outros esportes de neve? Então procure hospedagens na região do Cerro Castor. Lá você vai estar próximo aos locais apropriados para a prática desses esportes, em constante contato com a natureza e vai conseguir dar uma aliviada da correria rotineira. Lembre-se de levar em consideração o deslocamento e o meio que você utilizará para se deslocar, caso queira ir até o centro da cidade. Geralmente os viajantes que optam por essa hospedagem ficam nas cabanas oferecidas pelo Castor Ski, ou no complexo turístico Haruwen que incluem uma grande variedade de atração para os hóspedes por lá mesmo.

Fora do Centro

Agora se você tem bala na agulha e procura por hospedagens mais luxuosas é nessa região que você deve procurar. Se quiser pode pedir indicações a Leonardo Di Caprio que se hospedou, junto de sua equipe, por lá pra gravar as cenas do filme ‘O Regresso’. As acomodações fora do centro são aconchegantes, mas estão cheias de visitantes que colocam o luxo em primeiro lugar e se você tem capital suficiente para optar por essas hospedagens, eu imagino que deslocamento não será um problema, não é mesmo? Inclusive alguns hotéis fornecem traslado gratuito para seus hóspedes, seja para o centro ou para as estações de esqui.

Usando o TripAdvisor é possível ver algumas das opções de hospedagem.

Escolheu onde ficar já? Então bora ver o que tem para fazer nessa cidade!

A cidadezinha é pequena, mas está cheia de coisas para fazer e ver! O ideal é que você comece a viagem com os passeios a pé, visitando as lojas, restaurantes e bares que se encontram por lá. Agora que você já caminhou por terra, que tal fazer o passeio pelo Canal Beagle? O passeio sai do porto da cidade e te leva para conhecer lugares como a Ilha dos Lobos, Ilha dos Pássaros e o Farol do Fim do Mundo.

28dec14_agenciapreview_004-860x568
Ilha dos Lobos. Fotos: Agência Preview.
ilha-de-pc3a1ssaros-do-mar-dos-cormorc3b5es-canal-do-lebreiro-ushuaia-argentina-94942695
Ilha dos Pássaros. Foto: Dreamstime.com.
la-posta-hostel
Farol do Fim do Mundo. Foto: La Posta Hostel.
mapa-excursion-barco-ushuaia
Mapa de uma das excursões feitas pela empresa Patagonia Explorer.

Peculiar como nenhuma outra, Ushuaia tem uma história muito interessante e para você mergulhar, como um bom viajante faz, não deixe de fazer a visita guiada ao Museu Marítimo (antiga prisão), ou de fazer o passeio no Trem do Fim do Mundo, que além de contar a história de Ushuaia ainda te leva ao Parque Nacional Tierra del Fuego, ideal para quem curte caminhar e admirar as paisagens naturais. Nessa mesma pegada histórica você ainda pode visitar o Museu do Fim do Mundo, Museu Yámana e a Galeria Temática Pequena História Fueguina.

2d53eb2bd4a97c7c0bb64ea8cd629cff
Museu Marítimo (antiga prisão), visto de cima. Foto: Vividas Boas
ushuaia-argentina-estacao-de-trem-do-fim-do-mundo-4
Estação de Trem do Fim do Mundo, em Ushuaia. Créditos: Adriano Castro
ushuaia2bout2b20142b271
Foto: Blog Seguindo Viagem

Faça sol ou faça neve, não deixe de subir ao Glaciar Martial, seja andando ou de teleférico, lá você vai ter uma das vistas mais incríveis da sua viagem, que é o Canal do Beagle, Ushuaia e a Cordilheira dos Andes. Na volta a pedida é parar no La Cabaña para uma bebida quente e recuperar o fôlego.

Se o tempo permitir, conheça também os Lagos Fagnano e o Escondido que além de serem lindos são facilmente acessíveis em um passeio de 4×4, alguns passeios incluem até o almoço. E tem também o lago Esmeralda, que tem uma coloração única em sua água e pode ver visitado através de uma trilha. Agora que você viu tudo de pertinho, já imaginou como não deve ser a imagem lá de cima? Por isso recomendo que vocês façam um voo panorâmico de helicóptero ou avião.

lago-fagnano
Mirador de Lagos Escondido y Fagnano
p365686794-3
Lago Esmeralda. Foto: Raul Cole.

Depois de conhecer um lugar desses a volta não é nada fácil, não é mesmo? Aqui vai mais uma dica para que você consiga se programar direitinho, até na hora de voltar: para deixar Ushuaia você terá que pagar uma taxa no valor de $28, que não está inclusa no valor da passagem, então considere o tempo que você irá levar na fila para fazer esse pagamento antes de ir para o aeroporto.

A moeda usada no local também é o peso argentino, mas pela grande população turística que visita a cidade moedas como o real e o dólar acabam sendo aceitas por lá também.

Já te ensinei a chegar, pra onde ir e o que fazer, agora eu vou te ensinar a como se livrar do portunhol: preenche nosso formulário de pré-inscrição nesse link e a equipe do Que Tal entrará em contato contigo agendando uma aula experimental.

 

2 comentários em “#QueTalViajar: Ushuaia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s