Olha quem voltou toda basiquinha para mais uma série com dicas de lugares para conhecer. Dessa vez vamos trazer para vocês algumas cidades chilenas, sabe por quê? O Chile foi eleito o melhor destino, de acordo com a Lonely Planet, para se viajar em 2018. Quer mais? Dá para viajar pra lá e conhecer algumas das cidades que iremos falar gastando menos de R$2.000,00. Fala sério, conhecer um país massa como o Chile e não gastar rios de dinheiro tá de bom tamanho né?

E para onde eu irei levá-los nesse primeiro post? SANTIAGO! O destino já é conhecido e amado pelos brasileiros, talvez você já tenha até ido (se já conhece, fique a vontade para deixar dicas nos comentários), mas aposto que dá vontade de voltar, num dá? Fique confortável em sua cadeira, pare suas atividades e vamos juntos organizar sua próxima viagem!

Sobre a cidade:

Santiago, capital chilena, fica localizada ao lado da Cordilheira dos Andes e é considerada o maior e mais importante centro urbano, financeiro e cultural do país. Ainda de acordo com o Índice de Cidades Seguras publicado pelo The Economist, em 2017, Santiago está entre as 40 cidades mais seguras, a nível latino americano, considerando indicadores como segurança, infraestrutura, segurança sanitária e segurança pessoal. Tás brincando com Santiago?

A gastronomia do lugar é um show a parte, principalmente quando se trata de pratos preparados com frutos do mar e seus vinhos não deixam ninguém passando vontade. Então se você é apaixonado por essas duas coisas dá para fazer uma verdadeira viagem gastronômica visitando os diversos estabelecimentos e vinícolas que rodeiam a capital chilena.

A vida noturna da cidade, tudo bem que não é nenhuma Las Vegas latina, mas não deixa a desejar. Tem atração para todos, se você gosta de ouvir música ao vivo tem várias casas que tocam os principais estilos musicais; se você prefere restaurantes, tem diversas opções com bons preços. Na mesma proporção você irá encontrar bares, os pubs e danceterias. Tudo isso você vai encontrar no bairro Bellavista, especialmente na área da Calle Pío Nono, bem movimentada. Outra boa região para aqueles que querem cair na madrugada é Lastarria.

Por ter caído no gosto dos turistas a cidade é uma das mais caras do Chile, é preciso um planejamento financeiro maior, leve isso em consideração ao se programar para passar as férias por lá. Um de nossos alunos esteve por lá recentemente (orgulho de ver os pupilos criando asas) e comentou dos altos preços que precisou pagar para se alimentar pela cidade, o que acabou deixando a viagem mais cara. A moeda usada por lá é o Peso Chileno e até o fechamento desse post, aqui em Recife, custava R$0,73.

Mas e como chegar nesse paraíso gastronômico?

A opção mais viável para quem gosta de conforto e não pretende passar muito tempo por lá é ir de avião, não tem jeito! Daqui de Recife saem voos operados pela Avianca, Gol e LATAM, em nossas buscas só foram encontrados voos com escala – apesar de dizerem que Recife havia ganho voos sem escala até Santiago – e duração estimada entre 9h a 11h. Em relação a preços os valores mais baixos (R$1.416,00 – R$1.600,00) foram localizados entre março e abril de 2019, mas vez ou outra aparece promoção é só ficar ligado. Mas claro se você não é muito adepto a viagens aéreas ou está fazendo uma road trip dá para chegar lá de ônibus ou de carro.

Um ponto importante a ser destacado, especialmente para quem escolher ir de avião: a sua viagem vai ter um pouco de emoção e, infelizmente, não me refiro a vista da Cordilheira dos Andes pela janela, mas sim as turbulências. A região é conhecida por ter ventos fortes e montanhas altas, o efeito colateral dessa junção é o balanço do avião.

E agora que chegou vai se hospedar onde?

Santiago recebe todos os turistas de braços abertos e com isso claro que tem hospedagem para todos os gostos e exigências, vamos conferir?

Por lá muita coisa pode ser feita andando ou utilizando o transporte público, logo o que definirá o lugar ideal para sua estadia é basicamente questões como preço, conforto e se você quer um lugar mais próximo ou afastado da vida noturna que pelo que descrevi anteriormente já deu para perceber que se você não é muito fã de noitada e quer ter um bom descanso para aproveitar o dia seguinte aqueles pontos não devem ser uma boa pedida.

O bairro de Bellavista está situado próximo ao centro e é famoso por  ter uma noite com clima boêmio, além de concentrar algumas galerias e muitas obras de arte de rua. E se você for fã de Pablo Neruda é nesse bairro que fica uma das casas do escritor. Os lugares mais famosos são o Pátio Bellavista e o Cerro San Cristóbal, redutos dos turistas. Você ainda pode optar pelo bairro Providencia que é considerado por muitos o melhor bairro para hospedagem e é um dos locais mais procurados pelos viajantes brasileiros. A região possui restaurantes, lanchonetes, bares e tem acesso fácil a transporte público.

E para nossos queridos que não abrem mão de um luxo, há a opção de se hospedar na região Las Condes. O local é habitado pela elite de Santiago, os hotéis internacionais mais famosos e caros da cidade estão lá. Onde tem hospedagem de luxo tem restaurantes comandados por chefs de renome. A região é bem mais tranquila e afastada do centro de Santiago do que as opções anteriores. Por último, uma das opções indicadas é o bairro de Lastarria, se você quiser um clima europeu em plena América Latina. Se hospedando lá você vai estar próximo de galerias e museus, ainda pode dar de cara com algum artista da cidade. Além disso, possui ótimas opções de bares, cafés e restaurantes, garantindo o título de uma das áreas mais charmosas da capital chilena.

E o que danado tem pra fazer em Santiago?

Pela variação climática do Chile tem entretenimento para todos os gostos. Se você é fã de esportes radicais pode ir esquiar nas estações que ficam afastadas da cidade, mas cá entre nós essa opção de passeio requer muita bala na agulha porque o passeio sai bem caro. Agora se você é do tipo que prefere aproveitar a cidade te indico que comece o passeio pela Plaza das Armas, onde hoje funciona um centro histórico. No mesmo local, fica também a Catedral Metropolitana, outro ponto turístico importante na cidade. Aproveitando que estará no centro, visite o Palácio de La Moneda, casa presidencial chilena, por lá rola uns tours gratuitos e você poderá ver a troca de guarda, que acontece durante a semana de dois em dois dias às 10h e nos finais de semana às 11h.

plaza_de_armas_santiago_chile_photo_wiki
Plaza das Armas. Imagem retirada do Google.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Plaza das Armas. Imagem retirada do Google.
catedral_santiago_chile
Catedral Metropolitana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

palacio-de-la-moneda-68620
Palacio La Moneda

Não tem medo de altura? Então você obrigatoriamente tem que subir o Cerro Santa Lucía e o Cerro San Cristóbal para ter uma das melhores vistas da sua vida: a panorâmica da cidade. No topo do San Cristóbal você ainda pode ver a estátua “La Inmaculada Concepción”. E lá próximo ao Cerro San Cristóbal está o Museo La Chascona, uma das três casas do poeta Pablo Neruda. A algumas quadras de distância, fica o Mercado Central, onde é possível sentar para descansar e ainda se deliciar comendo pratos locais.

mercado-central-santiago_01-1
Fachada do Mercado Central, Santiago
5622473629_29764fd316_b
Interior do Mercado Central, Santiago

Se você é fã de vinho tem que visitar a Concha y Toro, a vinícola mais famosa do país, mas não esqueça de beber com moderação, viu? A vinícola fica um pouco afastada do centro da cidade, mas você pode usar o metrô para chegar lá e para voltar, então tá tudo certo!

Depois de ver tudo isso que apenas um dos destinos do Chile pode te proporcionar eu gostaria de te perguntar: E aí, que tal viajar? Vai sozinho, vai acompanhado, vai de avião, de carro, ônibus ou no patinete, o importante é chegar lá. Agora você não vai querer arriscar mandando um portunhol não é mesmo? Por isso que nós temos cursos voltados para viagens e com o tanto de variação linguística que tem nesse país, acredite em mim: você vai precisar! Preenche esse nosso formulário aqui e a equipe do Que Tal entrará em contato agendando uma aula experimental.

Tem alguma dúvida? Dica? Deixa aqui nos comentários!

6 comentários em “#QueTalViajar: Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s