¡Hola, chicxs!

O mês de agosto acabou mais rápido do que dinheiro na conta do brasileiro e junto com ele se foi nossa série de viagem sobre as cidades colombianas. Mas, como eu não consigo ficar longe de vocês, nesse mês de setembro tem mais dica de viagem, só que dessa vez vamos dar um pulinho nos nossos vizinhos peruanos! Bora nessa?

Imagem relacionada

Nossa primeira parada será a cidade de Lima que com cerca de 9 milhões de habitantes é a segunda maior cidade do mundo construída no meio de um deserto, perdendo apenas para Cairo, lá no Egito. Lima é a capital do Peru e se você acha que o país se reduz as cidades de Machu Picchu e Cusco prometo que esse post vai te abrir os olhos e te deixar com vontade de botar a mochila nas costas e ir correndo pra lá.

Vale ressaltar que você está prestes a conhecer o país que figurou entre os tops gastronômicos mundiais e que por 5 vezes consecutivas ganhou o prêmio de melhor destino gastronômico do mundo, o World Travel Award. Então não pense em economizar quando o assunto for comida, ok? Ok!

Aqui tem uma lista do Foursquare com os melhores locais para comer por lá. Façam bom proveito e se possível me tragam comida.

E como você vai fazer para chegar lá?

As principais companhias aéreas que fazem o percurso a partir das principais capitais brasileiras são a Latam, a Taca e a Avianca. Infelizmente, por ser uma cidade distante do Brasil entre outros fatores, voar para lá não costuma ser muito barato quando comparado com outras capitais da América do Sul, como Buenos Aires, Montevidéu e Santiago, mas com planejamento é possível encontrar a sua passagem a um bom preço. As passagens até janeiro de 2019 estão variando entre R$1.396 a R$4.598.

A Google disponibiliza uma ferramenta excelente para quem quer procurar passagens aéreas mais baratas ou ainda acompanhar a variação de preço das passagens. Ela chama Google Flights, acho que vale a pena dar uma conferida pelo tanto de opções disponíveis para você pesquisar.

Quando for procurar hospedagem por lá, o mais indicado é que procure os bairros de Miraflores que apresenta ótimo custo-benefício e acaba sendo o preferido entre os viajantes; San Isidro, o bairro mais nobre e chique de Lima, a opção para quem busca requinte ou está em uma viagem de negócios; Barranco, local ideal para quem quer aliar boas opções de hospedagem a preços mais baratos; ou o Centro Histórico com muitos pontos turísticos interessantes, essa é a opção para quem quer vivenciar as nuances históricas da cidade.

Vamos passear por Lima?

A cidade reserva atrações que encantam qualquer viajante e a principal delas é a culinária de dar água na boca. A prova disso é que aqui no Brasil é cada vez maior o número de restaurantes que oferecem a comida peruana em seu cardápio. E lá você não vai só comer não, viu? Se quiser dá pra fazer aulas de culinária e ainda ir em restaurantes onde é possível comer bem, dos mais baratos aos mais estrelados.

Os mercados da cidade também fazem parte de um dos roteiros da cidade, seja para os que gostam de fotografar, para os que querem provar comidas exóticas, ou para os que querem apenas conhecer por curiosidade. O Mercado de Surquillo, por exemplo, é bom para encontrar produtos frescos, grãos e temperos diferentes.

Resultado de imagem para mercado de surquillo lima peru
Mercado de Surquillo. Foto por: silencioseviaja

O centro de Lima preserva muito do seu passado colonial, com construções históricas e conservadas e algumas outras que estão passando por restaurações. Não à toa, o local foi declarado um dos Patrimônios Culturais da Humanidade pela Unesco. Por lá você deve começar o passeio pela Plaza de Armas que é rodeada por prédios históricos, como o Palácio do Governo do Peru, o Palácio Municipal de Lima, o Palácio Arcebispal e a Catedral. Um pouco mais adiante ficam o Convento de Santo Domingo e a Basílica São Francisco.

 

Foto por: Ju Palma
Resultado de imagem para Palácio Episcopal lima peru
Foto por: dicasdasamericas
Foto por: Ju Palma

Aproveitando que você vai estar pelo centro histórico, dê uma passada no Museo Bodega y Quadra, o local conta com um acervo repleto de peças de cerâmica, outras relíquias e fragmentos, sem mencionar o espaço que pode ser percorrido pelo visitante para conhecer toda a estrutura arqueológica encontrada e preservada por ali. Seguindo o passeio histórico você ainda pode visitar os museus do Banco Central e Museu do Ouro Miguel Mujica Gallo, garanto que são passeios importantes para conhecer a história local.

Mas um lugar digno de nota 10 é a Casa da Gastronomia Peruana, que ocupa parte do histórico prédio dos Correios, de 1860. O museu culinário é dedicado à gastronomia do país, com vários ambientes que trazem informações sobre a alimentação nas culturas pré-colombianas, a culinária no país e sobre a história e fabricação do pisco. Como não amar?

Saindo dos ambientes fechados dos museus vamos à um lugar aberto? Você precisa conhecer o Malecón de Miraflores (sério). Lá você vai encontrar uma vista linda para o mar do Pacífico, além de muito verde, praças espalhadas, ciclovias, quadras esportivas e alguns espaços comuns para que as pessoas possam curtir a cidade.

Resultado de imagem para malecon lima peru
Foto por: Tour en Lima

Ainda caminhando pelo Malecón você vai encontrar o Plaza del Amor, com vista para a Baía de Lima e o Oceano Pacífico, e esse nome não é por acaso. O parque foi inaugurado no ano de 1993 e é uma homenagem aos vários casais que frequentam o espaço. Lá tem uma obra chamada El Beso e foi feita pelo artista peruano Victor Delfín, representando o abraço apaixonado de um casal.

Carregar item 1 de 8. Parque del Amor - Miraflores - Tourism Media
Foto por: Expedia

Agora pensa comigo, você está andando por Miraflores, já se deparou com o Malecón e com a Plaza del Amor, vai se deparar com o que mais? Que tal um sítio arqueológico escavado no coração do bairro? É o Huaca Pucllana. Um lugar surreal com direito a pirâmide no meio de vários edifícios residenciais e comércio. A visita só pode ser feita com acompanhamento de um guia, a parte boa é que pode ser visitada tanto durante o dia quanto pela noite.

Foto por: Ju Palma

A noite o show fica por conta do Parque de La Reserva que com suas 13 fontes iluminadas – uma delas com jatos de 80 metros de altura – se tornou a atração conhecida como o Circuito das Águas. As fontes formam diversos arcos repletos de luz, que podem ser atravessados pelos visitantes. Imagina que legal você nesse lugar? Agora se sua ideia é curtir um agito, o destino é o bairro Barranco, onde os peruamos fazem questão de mostrar como realmente é cair na balada.

Imagem relacionada
Foto por: peru.com

E na hora de trazer aquela lembrancinha o destino é o Parque Salazar, conhecido como Larcomar. O local é bem amplo e possui uma arquitetura arrojada, de frente para o mar. Além de reunir renomadas butiques internacionais, abriga lojinhas de artesanato da mais alta qualidade, roupas de alpaca, bijuterias de prata, restaurantes e serviços variados.

Agora a dica de ouronão vá se arriscar num lugar incrível como esses mandando um portunhol. Nós temos cursos voltados para viagens. Basta preencher nosso formulário aqui e a equipe do Que Tal vai entrar em contato agendando uma aula experimental.

Gostou? Deixa um comentário, é importante pra gente!

Até a próxima.


≈ Série Argentina ≈

≈ Série Chile ≈

≈ Série Colômbia ≈

≈ Nossas redes sociais: FacebookTwitterInstagramYoutube ≈

5 comentários em “#QueTalViajar: Lima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s