¿Qué tal muchachos y muchachas?

Espero que estejam muito bem, aprendendo e treinando cada dia mais o seu espanhol!

Enfim, hoje trago para vocês um tema peculiar sobre o meu país: a educação. Esse texto será sobre o nível inicial ou também chamado de jardim, no decorrer do mês farei mais textos sobre o ensino fundamental, médio e a faculdade para que saibam como são realizados, como por exemplo, idades e principais aspetos que considero interessantes, ok? Então vamos lá:

Resultado de imagem para educación en perú nivel inicial

A educação básica no Peru se conhece pelos nomes de: “Inicial”, “Primaria” e “Secundaria”. Estas três etapas educativas que são básicas como escrevi, se dão frequentemente na infância e a adolescência. Para as pessoas que não conseguiram terminar a educação nestas etapas que usamos se estabeleceu a Educação básica alternativa, a qual escreverei posteriormente.

A educação no Peru é dirigida pela Direção Geral de Educação Básico Regular (DIGEBR). A Educação Básica Regular (EBR) é a modalidade que abrange os níveis de Jardín ou Educación Inicial (jardim), Primaria (ensino fundamental) e Secundaria (ensino médio). Oferece-se a forma “escolarizada” e “no escolarizada” (educação básica alternativa), a fim de responder a diversidade familiar, social, cultural, linguística e ecológica do país.

Para iniciar o desenvolvimento das criancinhas que éramos rsrsrs começamos primeiramente pelo “jardim” ou nível “inicial” como alguns desejam chamá-lo, se oferecem “Cunas” (creche) para crianças menores de 3 anos, jardins para crianças de 3 a 6 anos. Antes dos bebês passarem da creche para o nível inicial, precisam cumprir os 3 anos antes do 31 de março, já que se não, só o próximo ano teriam que se matricular. Também existem projetos destinados a crianças com baixos recursos, mais que tudo nas zonas rurais, já que alguns trabalham para ajudar os pais a sustentar a família, vendendo doces ou até cuidando das granjas e animais que eles têm (com 4 ou 5 anos). Segundo a Constituição do ano de 1993, é obrigatório pelo menos um ano de educação inicial, para a população de até 5 anos de idade. Para que as crianças possam entrar ao nível Primario, precisam pelo menos ter 6 anos de idade, constando com isto 1 ano pelo menos de Educação Inicial, se no caso não conseguiram fazer, entraria já na opção de “no escolarizado” para poder atender a esta necessidade ou a educação básica alternativa.

Resultado de imagem para niño campesino y llama
Criança da parte rural cuidando dos seus animais

Segundo o ministro Idel Vexler informou que esta data do 31 de março de cada ano foi feita para que a criança ingresse com uma capacidade cognitiva e sócio afetiva ótima. Antigamente, era no 31 de julho de cada ano, com isto, teríamos estudantes de 5 anos e meio entrando para o primeiro ano do ensino fundamental, o que seria cedo demais. Segundo o que pesquisei esta norma também é efetuada nos países como o Brasil, Chile, Colômbia e Equador.

A educação inicial avançou consideravelmente no Peru, durantes os últimos anos. Aumentaram as inscrições em 83% e a maioria da população está valorizando a sua importância. Lógico, como comentei linhas acima ainda se tem alguns problemas nas regiões rurais, como locais para serem construídas escolas (distância da área rural a cidade), materiais de estudo entre outros.

Resultado de imagem para educación en perú nivel inicial
25 de Mayo día de la Educación Inicial

Sabia que temos o dia da educação inicial? Pois sim, temos, e é feita no dia 25 de maio. O FONDEP (Fondo Nacional de Desarrollo de la Educación Peruana) reconhece a importância desta etapa educativa pelo fato de ser uma fase fundamental do desenvolvimento das pessoas, pois a educação do ser humano depende em grande parte deste momento.

Vários projetos, como “Jugando Aprendo”, “Los Espacios que Hablan”, “Jardines y Programas Abiertos”, “Jugar en la Infancia es vivir”, entre outros, estão ajudando muito as criancinhas a poderem ter um ensino bom sem preço algum (grátis), pois lógico que há educação privada também, estas são chamadas de “Escuelas Estatales” (públicas) e “Escuelas Particulares” (privadas), e as vezes encontramos escolas públicas sendo melhores nos concursos de matemática, leitura rápida e raciocínio lógico do que em algumas escolas particulares (não em todas).

O primeiro jardimzinho começou a funcionar no dia 25 de maio de 1935 (por isto a data do “Dia da Educação Inicial”) depois de uma luta para poder conseguir uma autorização. Com isto, Emilia Barcia e a sua irmã Victoria começaram a ensinar as crianças pobres do país, usando materiais doados por amigos, e levando uma mensagem que dizia: “La Escuela instruye, la familia educa”.

Lembro ainda quando ia para meu jardim, minhas tias me levavam e eu acostumava brincar muito no tobogã, abrir “crayolas” novas (giz de cera), témperas (tinta guache), colores (lápiz de cor), lembranças que sempre levarei no meu coração, lembro até o nome do jardim: “San Antonio”.

Amigos e amigas isso é tudo por hoje! Próxima semana trarei para vocês o Ensino Fundamental, coisas que se pode fazer e não se pode fazer na escola kkkkk

Comigo é até aqui, se tiverem alguma dúvida ou algo a acrescentar não hesitem em nos escrever, sigam-nos nas redes sociais, e “Hasta la vista baby” a todos. Hahaha.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s