Olá, viajante! Tudo bem?

Eu estava ansiosa para trazer o próximo destino de nossa andança pelas cidades peruanas!

Hoje vamos conhecer Cusco, no Peru. Conhecida por muitos como a porta de entrada antes de chegar às montanhas de Machu Picchu, não se deixe enganar, essa cidade com cara de interior tem muito a oferecer e vamos fazer isso juntos.

O local, que já foi capital do Império Inca, situado ao sul do país está a 3.400 metros sobre o nível do mar e abriga uma população de aproximadamente 300 mil habitantes. Cusco é cercada por montanhas onde os peruanos esbanjam patriotismo com dizeres como “Viva el Peru”. Também pudera, em 1983 a cidade foi declarada Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco.

Panorâmica de Cusco, Peru. Fonte: Wikipedia

Se for para escolher uma época para visitar a cidade indico que vá próximo ao dia 24 de junho que é quando acontece o festival Inti Raymi, que homenageia o Deus Sol. O Inti Raymi é uma festa religiosa que reúne cerimônias em Coricancha (Templo del Sol), na Plaza Hauqaypata (Plaza de Armas) e na fortaleza de Sacsayhuamán.

Se tratando de dinheiro a moeda peruana é o nuevo sol, ou simplesmente soles, e hoje ela é encontrada em muitas casas de câmbio do Brasil devido ao aumento da popularidade do Peru por aqui. Até o fechamento desse post cada sol peruano estava valendo R$1,26 do real brasileiro, segundo as fontes.

Para chegar lá você pode encontrar voos saindo dos principais aeroportos brasileiros, com maior foco em São Paulo e Rio de Janeiro. Os preços, entre setembro/2018 e janeiro/2019, variam R$1.445 ↔ R$12.364, mas sempre é possível fisgar uma promoção usando as ferramentas de busca e monitoramento como o Google Flights. Latam, Avianca e Taca são as principais companhias aéreas que fazem o trajeto desde o Brasil até Cusco.

Para sua hospedagem o ideal é que escolha um bairro mais centralizado, próximo a Plaza de Armas, porque é ali onde quase tudo acontece e no mínimo vai tornar mais fácil a locomoção na hora de conhecer os principais pontos turísticos. Agora se você curte uma vibe mais boêmia talvez seja melhor optar pelo San Blás, famoso por ser o bairro artístico e boêmio da cidade, fica um pouco mais afastado da Plaza de Armas e é um bairro com ladeiras e ruas estreitas.

No geral a cidade é bem segura, mas como em qualquer outra cidade turística você pode cruzar o caminho de algum batedor de carteira, então ter um pouco de cuidado e prestar atenção por onde anda nunca é demais , ok?

Dada a altitude em que a cidade se encontra você precisará levar em consideração algumas coisas quando for buscar hospedagem e também durante o período que ficar por lá, certo? Vou te dar algumas dicas:

  • Evite buscar hospedagem em lugares que possuam ladeiras, é o caso do bairro de San Blás;
  • Tente segurar a ansiedade quando chegar na cidade, ao invés de sair desbravando o local, opte por descansar no primeiro dia;
  • Beba bastante água, coma comidas leves;
  • Fique atento e respeite os sinais de cansaço do seu corpo.

Dito isto, espero que você consiga aproveitar ao máximo a viagem, pois tem muita coisa bacana pra conhecer por lá. Vamos?

Cusco não é apenas mais uma cidade que vem ganhando força no turismo é uma verdadeira aula de história, de arqueologia. A cidade promove uma volta ao passado, dando a oportunidade para seus visitantes de aprender mais sobre a cultura local. Muitas das atrações por lá são um pouco distantes do centro da cidade, mas nada que acordar cedo não resolva o problema.

Vamos começar andando pelo Centro da cidade, ok? A Plaza de Armas é a praça principal, onde se concentra muitos restaurantes, bares, lojas, turistas, enfim. As construções no entorno da praça são da época da colonização espanhola e dão um complemento ao charme do lugar. Sente em um dos bancos da praça, descanse e aprecie o momento.

Resultado de imagem para plaza de armas cusco peru
Plaza de Armas, Cusco. Fonte: futricando pelo mundo

Ainda pela praça principal você pode visitar a Catedral de Cusco, igreja grande e imponente que está localizada no coração da Plaza de Armas. Se você encontrar vai se deparar com peças em ouro, várias obras e esculturas belíssimas. Prato cheio para quem é apaixonado por arquitetura.

Catedral, Cusco. Fonte: futricando pelo mundo

Nos arredores da praça você encontra o Mercado Central de San Pedro, local onde se encontra desde comidas, roupas até souvenirs de viagem. Um ponto interessante é que o mercado é frequentado pelos moradores locais, não só por turistas, então você consegue ter uma experiência mais próxima da realidade do povo de Cusco. Se você quer comprar os famosos mimos lá é o local ideal, principalmente se você for comprar artesanatos. Aproveite o colorido de lá pra fazer várias fotos blogueirinha.

Agora já saindo do centro da cidade, mas não indo tão longe assim, tem o Sítio de Sacsayhuamán. O sítio arqueológico é um exemplo de arquitetura, construído pelos Incas, durante seu império, as ruínas são de impressionar a qualquer um que passe por lá. São várias muralhas construídas com pedras enormes que foram devidamente encaixadas. Sério, o lugar é capaz de deixar qualquer engenheiro boquiaberto.

Resultado de imagem para Sítio de Sacsayhuaman cusco peru
Sítio de Sacsayhuaman, Cusco. Fonte: Esse Mundo É Nosso

Calma que não acabou não, em Sacsayhuamán você encontra El Planetarium Cusco. Uma empresa familiar construiu um espaço com o tradicional estilo andino para receber visitantes que queiram observar o universo da mesma forma que faziam os Incas. Você pode conhecer mais do projeto acessando o site deles. Confesso que fiquei bastante tentada com a ideia proposta por eles.

O que eu falei sobre não subestimar essa cidadezinha peruana? Vamos continuar nosso passeio. Para se aprofundar ainda mais na cultura Inca você pode visitar o Museo Inka. Uma excelente oportunidade para aprofundar mais o conhecimento dessa cultura. Lá o acervo é repleto de cerâmicas, múmias, tecidos e outros objetos relacionados a época.

Coricancha, ou Templo del Sol, é uma obra da arquitetura Inca e um dos mais importantes complexos arqueológicos sagrados para os locais. Ele está localizado no complexo do convento de Santo Domingo, o lugar ainda possui algumas ruínas da época do império Inca. O templo era utilizado para venerar o Deus Sol. O templo é todo feito de pedras polidas, encaixadas harmoniosamente.

Imagem relacionada
Qoriancha, ou Templo del Sol, Cusco. Fonte: Sonhando Acordada

Outro sítio arqueológico que você pode visitar é o Moray. Até hoje não se sabe muito sobre sua origem, alguns dizem que o local era um anfiteatro, há quem diga que parece mesmo é um local utilizado para plantio agrícola. São terraços circulares construídos sobre as montanhas. O lugar é ainda mais alto do que Cusco, lembre-se dos cuidados mencionados anteriormente, pois na hora de subir e descer os terraços pode ser bem cansativo, dependendo claro, da pessoa.

Resultado de imagem para Moray  cusco peru
Moray, Cusco. Fonte: Roteiro Viagem de Mochileiros

Um lugar interessante para se visitar são as Salinas de Maras, um complexo com 2 mil anos de existência e com aproximadamente 4 mil piscinas feitas para a produção de sal. O processo de extração de sal ainda é feito utilizando técnicas mais antigas e é bem artesanal.

Resultado de imagem para Maras   cusco peru
Salinas de Maras, Cusco. Fonte: Dreamstime

Que tal conhecer o que pode ser o povoado mais antigo da América? É o que dizem de Ollantaytambo. Suas ruas permanecem as mesmas desde a época em que a vila era ocupada pelo povo Inca., Lá é possível visitar uma fortaleza, local onde os Incas observavam o solstício de inverno e verão tendo a cidade abaixo como vista. Outro povoado que merece uma visita é o Urubamba, um vilarejo simples, sem tanta história, mas no local há pousadas baratas e charmosas, vale um pernoite para quem viaja para Machu Picchu sem pressa.

Já deu para perceber que o rolê por Cusco não é muito noturno, o que não quer dizer que a cidade seja totalmente parada de noite. Por lá tem uma casa bem famosa chamada Mama Africa, considerada a melhor da cidade. O local fica na própria Plaza de Armas, onde aliás estão localizados muitos bares, restaurantes e baladinhas. Outras opções você pode encontrar na busca do Foursquare.

E por falar em restaurante: o que é essa culinária peruana? Desde os restaurantes mais simples aos mais renomados como é o caso do Chicha do famoso chef Gastón Acurio – nada mais, nada menos que o embaixador da comida peruana. Lembrando que você não precisa pagar o local mais caro para comer bem, só de estar em terras peruanas você já tem garantia de uma boa refeição!

Agora a dica de ouronão vá se arriscar num lugar incrível como esses mandando um portunhol. Nós temos cursos voltados para viagens. Basta preencher nosso formulário aqui e a equipe do Que Tal vai entrar em contato agendando uma aula experimental.

Gostou? Deixa um comentário, é importante pra gente!

Até a próxima.


≈ Série Argentina ≈

≈ Série Chile ≈

≈ Série Colômbia ≈

≈ Nossas redes sociais: FacebookTwitterInstagramYoutube ≈

9 comentários em “#QueTalViajar: Cusco

  1. Quando tiver oportunidade (R$), vou traçar um roteiro de um mês viajando por todos lugares fora do brasil e dentro da América do Sul que eu puder conhecer. Esses lugares exercem um forte encanto sobre mim. 😉

    Curtir

    1. Que excelente ideia! Nós apoiamos 100% que todos criem asas e saiam por ai conhecendo as maravilhas desse mundo. O planejamento é de extrema importância, mas sempre lembrando de deixar um espacinho para que o lugar possa te surpreender, viu? Se precisar de ajuda com o idioma pode contar com a gente.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s