Dando continuidade a nossa aventura por terras equatorianas vamos conhecer: Galápagos. Se até o cientista Charles Darwin, que ali começou a ter devaneios sobre a Origem das Espécies e a Teoria da Evolução, se encantou pelo arquipélago formado por 58 ilhas vulcânicas, quem somos nós para fazermos o contrário, não é mesmo?

O Arquipelago de Colón, nome oficial das ilhas do oceano Pacífico, está a 1000 quilômetros de distância da costa do Equador, o que o torna tão selvagem e inóspito em alguns pontos de sua extensão.

O arquipélago é composto por 12 ilhas principais e várias ilhotas. Quatro delas são habitadas: Santa Cruz, com cerca de 12 mil habitantes, Isabela, com cerca de 8 mil habitantes, San Cristobal, com 4 mil habitantes e Floreana com 150 habitantes.

Imagem relacionada

Como chegar em Galápagos?

O ideal é que você vá até a cidade de Quito, além da cidade ser um dos principais destinos turísticos do país é também quem recebe grande parte dos voos. Os vôos saem de Quito, fazem escala em Guayaquil e te deixam ou na ilha de Baltra (ao Norte de Santa Cruz, ou na ilha de San Cristobal.

Baltra é o destino de chegada mais comum para os viajantes, mas por lá não há moradores. Você deve para Puerto Ayora, onde se encontra a maior população de Galápagos. De lá será mais fácil você se locomover para outros pontos.

Onde se hospedar em Galápagos?

A maior cidade é Puerto Ayora que fica localizada na Ilha de Santa Cruz. Puerto tem uma excelente estrutura hoteleira para receber os visitantes. Na Ilha Isabela, além de você encontrar o maior número de espécimes animais numa mesma ilha, existem hotéis bem próximos a areia. Agora se você gosta de praticar surf, ou de dar uma paquerada nos surfistas, o ideal é ir para San Cristobal. Lá as ondas são ideais para quem gosta de praticar o esporte, não a toa é o maior point. 

O que fazer em Galápagos?

Galápagos com toda a sua flora e fauna local, que inclui iguanas-marinhas, leões-marinhos e tartarugas-gigantes, forma a segunda maior reserva marinha do planeta. Dai já dá para perceber o tipo de experiência que te aguarda nesse lugar, né?

Vale lembrar que a moeda oficial do Equador é o dólar americano. Dito isto, se formos comparar os preços de lá com os preços brasileiros a semelhança é a dos valores adotados geralmente nas capitais do sul do Brasil. Fique esperto também, pois é cobrada à entrada uma taxa de 100 dólares a todos os visitantes com mais de 12 anos.

Qualquer época do ano é boa para visitar o arquipélago. De Janeiro até Junho, podem ocorrer alguns períodos de chuva forte, mas a temperatura segue quente e de Julho a Dezembro o tempo é mais frio e seco, descendo também a temperatura das águas.

Os passeios por lá são baseados, principalmente, na observação da flora e fauna local (tartarugas gigantes terrestres, pássaros, iguanas, lobos marinhos entre outras). As paisagens alternam entre florestas, praias e vulcões. As ilhas também são também um ponto internacional de mergulho. Mas mesmo não sendo mergulhador é possível fazer snorkel em águas límpidas para se aproximar de uma das faunas marinhas mais ricas do mundo.

Resultado de imagem para galapagos
Imagem retirada durante um mergulho em Galápagos, Equador. Fonte: AndBeyond

Os passeios disponíveis por lá são em maioria passeios de barco (para pratica de mergulho e snorkel), trekking, passeios a cavalo e visitas às praias, vulcões… Você até pode fazer alguns passeios por conta própria, mas para circular em partes específicas, participar das atividades, é necessária a presença de um guia oficial, visto que Galápagos é um parque de conservação ambiental.

Praia Tortuga Bay na Ilha de Santa Cruz
Praia Tortuga Bay na Ilha de Santa Cruz, Galápagos, Equador. Fonte Viaje na Viagem

Agora, você deve estar se perguntando como funciona a vida noturna de um lugar como esse, certo? Nesse horário as atividades resumem-se aos restaurantes e às lojas, mas no final de semana você pode dar a sorte de estar rolando música em algum barzinho da ilha, onde locais e turistas se encontram.

Deu pra perceber que é uma viagem para descansar, né? Para esquecer a correria do trabalho, da vida e curtir o tempo que passar entre as ilhas.

Leão marinho no hotel
Leão-marinho, Galápagos, Equador. Fonte: Viaje na Viagem

Agora, pra você conseguir aproveitar tudo isso da melhor forma possível, não dá pra ir arriscando o portunhol, não é verdade? Vem com a gente que temos cursos de espanhol específicos para viagens. Basta preencher nosso formulário aqui e a equipe do Que Tal vai entrar em contato agendando uma aula experimental.

Gostou? Deixa um comentário, é importante pra gente.

Boa viagem!


≈ Série Argentina ≈

≈ Série Chile ≈

≈ Série Colômbia ≈

≈ Série Peru 

≈ Segue nossas redes sociais: FacebookTwitterInstagramYoutube ≈

Um comentário em “#QueTalViajar: Arquipélago de Galápagos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s