No último sábado 23 de março, milhares de pessoas foram às ruas protestar contra o BREXIT. Mas ai eu te pergunto, my dear reader, você tem noção do que está acontecendo e no que isso pode influenciar nós pobres mortais (brasileiros)?

Primeiro, me perdoem se a explicação sócio-política não for tão completa, mas a gente trabalha dentro das habilidades que tem. But let’s do this!

Você deve estar se perguntando: o que raios é o Brexit?!
Foi a mesma coisa que me perguntei enquanto fazia meu intercâmbio pela Irlanda e esse auê todo era só do que se falava. Brexit é um acrônimo para British Exit e se refere basicamente à saída do Reino Unido da União Européia.

Eu, inocentemente, acreditava que isso não teria tanta influência assim nas decisões políticas mundiais e precisei contar com a paciência dos meus amigos europeus para começar a entender a situação completa.

O que muita gente (assim como eu) falha a perceber é que a União Européia é uma comunidade intrinsecamente conectada. O grupo com 28 países compartilha entre si políticas de livre comércio, moeda, fronteiras, e ainda possibilita a seus nacionais viver e trabalhar em qualquer país integrante da União.

A população está bem dividida em relação a este problema, mas todo mundo concorda que é uma decisão bem grande a ser tomada e que isso vai afetar a vida de muita gente não só dos europeus. Esses debates já vem acontecendo há quase três anos, e muita gente vem aderindo a decisão de que não haja o Brexit.

Muita água já rolou em baixo dessa ponte e ainda vai rolar bastante, teve documentos assinados e tudo, em lei também está previsto que essa saída ocorrerá em 29 de março de 2019, se isso vai acontecer só o Olimpo pode dizer. A primeira-ministra britânica está agora tentando fazer com que o parlamento britânico aprove as negociações feitas entre os dois lados (isso sempre demora um pouco), mas a União Européia marcou a data de 12 de abril para bater o martelo sobre este assunto, e agora é esperar mesmo para ver o que vai acontecer.

O impasse real agora é se essa divisão vai ocorrer com o que ficou acordado ou se o Reino Unido vai romper laços sem um período de adaptação, e assim…

Agora a pergunta que não quer calar: Mas o que isso pode influenciar na minha vida em terras tupiniquins?!

Eu, pessoalmente, acredito que este fato não vai nos afetar diretamente até, ATÉ, tomarmos a decisão de ir viajar para a Europa.

Caso o Brexit realmente acontece, políticas de imigração podem se tornar mais rígidas e provavelmente os 90 dias de “livre” circulação nos países da União Européia aos quais brasileiros tem direito não ocorram mais em relação ao Reino Unido, então não teríamos mais acesso a Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales da maneira que tínhamos. A entrada nesses países provavelmente teria que ser feita com visto e algum tipo especial de autorização, mas claro que isso é uma especulação, já que ninguém sabe realmente o que pode acontecer.

Quem quiser entender um pouquinho melhor os termos das negociações podem checar essa matéria da BBC: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-46335938 .

Espero ter dado uma luzinha no assunto, e assim: Estou tensa desde já!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s