Sim, sim. Eu não me canso de enaltecer essa senhora de todos os nossos destinos.

Eu amo uma plataforma de streaming *-*

Que muita gente usa a Netflix todos os dias não há como negar. Mas vocês sabem como Zeus enviou esse presentinho para todos nós?!

Sério, eu sou apaixonada.

A história da minha adorada, começa em 1997, quando Reed Hastings e Marc Rudolph dois desenvolvedores de software fundaram a Netflix. A ideia original era usar a internet para o aluguel de DVDs de filmes, sim os DVDs físicos mesmo.

Mas, Evelyne, como isso funcionava?! Pois bem, a incrível ideia que os criadores tiveram foi a de disponibilizar um catálogo de filmes online, as pessoas escolhiam quais aluguéis queriam fazer e o DVD chegava nas caixas de correios deles, depois eles iam e reenviavam para a empresa.

Netflix sabendo que as pessoas simplesmente não queriam sair de casa.

Em 1999, a Netflix adota a inscrição mensal com aluguéis ilimitados sob uma taxa mensal (BOOM!). Para a época isso era simplesmente impensável! Rudolph, em 2002, acabou se desligando do projeto (mas não faço ideia alguma dessa treta, então continuemos).

Em 2006, a empresa anunciou um prêmio de 1 milhão de dólares para quem conseguisse projetar um algorítimo de sugestões melhor do que eles já usavam. Três anos depois um grupo de 7 pessoas acabou ganhando o prêmio, mas a Netflix nunca usou o trabalho deles.

É muito dinheiro!

Foi em 2007 que “MãeFlix” começou a fazer o streaming, e nessa época as assinaturas aumentaram drasticamente. Em 2010 eram quase 20 milhões de assinantes!

Em 2011, a empresa tentou dividir seus negócios de streaming e locação de DVDs e criaram a Qwikster (queriam ganhar dinheiro de qualquer jeito né, mô bein?), mas dentro de um mês os consumidores acabaram fazendo com que essa ideia fosse por água abaixo.

Muitos acham que House of cards foi sua primeira programação original, estreada em 2013, mas na verdade Lilyhammer estrelando Steven Van Zandt como um gangster americano na Noruega foi disponibilizado num total de 8 episódios em 2012. Essa ideia de liberar vários episódios numa tacada só acabou sendo feita com muitas outras séries da plataforma.

A Netflix sabe que tem muita gente que não se contenta até passar a noite acordada maratonando #superguilty

O que aconteceu com House of Cards, produção de David Fincher e Kevin Spacey, foi que com uma estória muito bem contada sobre intrigas em Washington a visibilidade dela foi muito alta (assim como o investimento de quase 100 milhões de dólares #passada). Os 13 episódios da primeira temporada renderam 8 nominações ao Emmy, sendo que esse era o primeiro sinal de aceitação para shows estritamente acessados pela web. A segunda temporada foi além desse marco e rendeu mais 13 nominações (that’s not easy!)

Arrested Development é um exemplo de série que acabou sendo cancelada por uma emissora de TV, nesse caso a Fox cancelou em 2006, e que a Netflix com seu coração de Mummy Poderosa foi lá e resgatou. A temporada disponibilizada pela plataforma contou com 15 episódios e estreou em 2013, e acreditem ou não mas muitos dizem que o roteiro acabou sendo bem melhor quando saiu pela Netflix do que havia sido pela emissora original.

#shade

Acredita-se que a série original mais assistida da Netflix é Orange is the new black, desconfio em nada desta informação já que a série não somente recebeu 12 nominações para o Emmy mas também acabou conquistando muitos fãs durante os anos.

Nunca desconfie do poder dos fãs.

E assim… Algo certo a empresa deve estar fazendo, pois por volta de 2014 já possuía mais de 50 milhões de assinantes, e suas ações só aumentam de valor.

Por hoje eu fico por aqui, esperando ansiosamente minha Fada Rainha Netflix liberar minhas séries para que eu possa alimentar meus vícios paz.

See you next week 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s