Alô alô, galeres! Tudo nas pazes? Como não, né?! Hoje é sexta \o/\o/\o/\o/\o/

Bem, na semana passada estreou a tão aguardada terceira temporada de Stranger Things! Inclusive, rolou até post aqui no blog sobre a série.

Para quem ainda não viu, e não dando spoilers, a série é ambientada nos anos 80, e em todas as temporadas até aqui, mostrou total fidelidade na retratação da época – roupas, brinquedos, lojas, filmes e muuuita música.

Imagem relacionada

E é inspirada em Stranger Things que temos a nossa listinha do dia: músicas que marcaram filmes dos anos 80. Mesmo que você não tenha nascido nessa época, (o que é o meu caso :D) com certeza você já deve ter ouvido alguns desses sucessos na finada Sessão da Tarde (o que é o meu caso :D).

Resultado de imagem para sessão da tarde
R.I.P.

Ghostbusters – Ray Parker Jr. / Os Caça-Fantasmas (1984)

Imagem relacionada

Ghostbusters foi composta e gravada por Ray Parker Jr. Foi lançada em maio de 1984 e se tornou um hit mundial, ficando no topo da Billboard por 3 semanas e também chegou ao segundo lugar no UK Singles Chart. O sucesso rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Canção Original.

Antes de ser oferecida a Parker Jr., a música passou por Lindsey Buckingham, do Fleetwood Mac, mas o músico recusou o convite. Também foi oferecida a Huey Lewis que recusou por que estava envolvido com a trilha sonora de ‘De Volta Para O Futuro’. Posteriormente, Lewis e Parker Jr. entraram em uma briga judicial por uma acusação de plágio da parte de Lewis. Após idas e vindas, o processo corre em segredo judicial.

Who you gonna call? GHOSTBUSTERS!

Don’t You (Forget About Me) – Simple Minds / Clube dos Cinco (1985)

Resultado de imagem para the breakfast club

O sucesso do filme deu ao Simple Minds o maior sucesso de sua carreira. A música, escrita por Keith Forsey e Steve Schiff, alcançou os topos das paradas nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Itália, entre outros. A canção já apareceu em outros filmes como ‘American Pie’, ‘Desenrola’ e ‘A Escolha Perfeita’.

O Simple Mind por pouco não deixou escapar a oportunidade da vida. Keith Forsey queria que a banda gravasse a música mas, num primeiro momento, eles rejeitaram. Daí a letra passou pelas mãos de Billy Idol e Bryan Ferry, mas eles também recusaram. Até que o diretor do filme e fã do Simple Minds, John Hughs, convenceu a banda a gravar, e o resto é história.

Shalalala Shalalala Shalalalalalalala

(I’ve Had) The Time of My Life – Bill Medley e Jennifer Warnes / Dirty Dancing – Ritmo Quente (1987)

Imagem relacionada

Escrita por Franke Previte, John DeNicola e Donald Markowitz, a música foi gravada e usada para o filme. A canção ganhou o Oscar e o Globo de Ouro ambos na categoria de Melhor Canção Original, e um Grammy em Melhor Performance Pop em Grupo ou Dupla.

Inicialmente a canção era para Donna Summer e Joe Esposito, mas a cantora recusou pois não gostou do título do filme. Bill Medley também recusou na primeira investida por que sua esposa estava grávida. Após o nascimento da sua filha, ele aceitou o convite ao saber que Jennifer Warnes gravaria se ele também estivesse lá.

Because IIIII’ve haaadd the time of my liifffeee

Eye of The Tiger – Survivor / Rocky III (1982)

Resultado de imagem para rocky iii

A música foi escrita pelo guitarrista e tecladista da banda, Frankie Sullivan e Jim Peterik, e ficou no topo dos singles por 6 semana na América e foi a segunda mais bem sucedida daquele ano, perdendo apena para ‘Physical’, de Olivia Newton-John.

A ideia original para o filme era usar a canção ‘Another One Bites the Dust’ mas o Queen recusou o pedido. Então, o direto e ator do filme, Sylvester Stallone, pediu a banda que escreve e gravasse uma música.

And he’s watchin’ us all with the eeeeeeeye of the tigeeer

Footloose – Kenny Loggins / Footloose – Ritmo Louco (1984)

Imagem relacionada

A canção é de Dean Pitchford e Kenny Loggins, e foi lançada em janeiro de 1984 como o primeiro dos dois singles do filme. Passou 3 semanas no número um na Billboard, e foi escolhida como a quarta canção do ano pela mesma revista.

A música é uma das mais famosas da carreira do artista, levando-o a concorrer ao Oscar como Melhor Canção Original. Em 2018 foi selecionado para preservação na National Recording Registry, da Biblioteca do Congresso dos EUA.

Now I gotta cut loose, footloose

E por hoje é só, meus povos! Bom fim de semana e até sexta que vem 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s