Eae galeritaaaaaa!! Como vocês estão?

Tomara muito bem! Hoje trago para vocês um #QueTalCulinária muito bom, pois vamos falar de uma comida especial de nossos amigos mexicanos e, não estou falando de Guacamole e sim dos tacos, mas não de qualquer taco, dos “Tacos al Pastor”.

Especificamente deles pelo fato de que quando dividi apartamento com um casal de mexicanos aqui no Recife, eles me falaram muito bem destes tacos e de como eram feitos, chamou minha atenção demais e hoje quero compartilhar com vocês o que sei, então vamos lá:

Resultado de imagem para tacos al pastor

Os “Tacos al Pastor” são uns tacos (tortilla de maíz Blanco) feitos normalmente com carne (lombo do porco) e uma salsa (molho), porém esta carne é feita numa espécie de pilão enorme, onde a carne gira, assa e depois é cortada em fatias para ser servida no taco. As origens desta comida são muito debatidas ainda no México, pois mesmo sendo um prato tradicional mexicano suas raízes vem desde o velho oriente (inclusive, lembra o kebab turco). Existem várias histórias sobre a criação deste taco e muitos restaurantes que dizem serem os criadores da receita. O que sabemos é que nasceu em Puebla.

“La Bola” ou “El Trompo de Pastor” chamado assim pela forma que tem semelhante ao pião (brinquedo) que jogamos quando éramos crianças, forma-se colocando cuidadosamente finas peças de carne de porco, previamente marinhados e temperados com ingredientes mexicanos em um “assador” vertical. Este “assador” como se conhece agora, foi criado no século XIX pelo turco Iskender Efendi e seu avô, que procuravam uma nova forma de obter o mesmo tempo de cozimento em um espaço menor. A forte migração do oriente nos finais do século XIX e início do século XX, trouxe ao México um nova mistura de sabores e tradições que dão origem ao gostoso Taco al Pastor. Estes emigrantes deixaram seus países a procura de novas oportunidades e fundaram, no final dos anos 30’s o restaurante que vendia “Shawarma” no estado de Puebla. Esta nova proposta gastronômica passou a se chamar “Tacos árabes” que eram servidos em pão árabe ou tortilla de maíz (tacos), acompanhadas de uma salsa de chipotle. Este prato teve tanto êxito que pouco a pouco se adaptou até chegar a ser o que agora se conhece como Taco al Pastor. O nome “Al Pastor” vem de um termo “pastorear”, já que originalmente os “assadores” foram feitos para cozinhar carne de carneiro, dos quais eram feitos os tacos. Atualmente as pessoas que fazem estes tacos são chamadas de “Pastoreros”.

Resultado de imagem para tacos al pastor trompo

Estas carnes se cozinham uniformemente girando o “assador vertical” com ajuda de um experto “Pastorero” cujo papel é de cuidar que a carne seja perfeitamente cozinhada e não queime, sem perder a suavidade que é característica da carne de porco.

Se um dia tiverem a oportunidade de poder ir ao México vão ao restaurante “El Tizoncito”. É um estabelecimento de grande tradição, onde cortam pedaços de carne bem rápido e depois dão uma facada em um abacaxi (que acompanhará seu taco), que é pego no ar antes deste cair no chão.

Comigo é só por aqui, espero e tenham gostado de saber sobre estes magníficos tacos, e na sua viagem para o México, experimentem este prato e depois comentem com a gente sobre o que acharam. Comentários ou dúvidas não deixem de nos escrever nas redes sociais que a gente gosta kkkkk, até a próxima, abraços!!!

Link de um vídeo de como é servido este taco (prestem atenção quando ele corta o abacaxi rsrs):

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s